Audição é uma habilidade, e qualquer habilidade precisa ser desenvolvida (= treinar). Mas muitos estudantes de inglês (e qualquer outro idioma) acreditam erroneamente que para isso, muitas vezes é suficiente apenas escutar o discurso em inglês. Infelizmente, isso não é bem assim.

É como um passear num parque, na esperança de que tal fato vai ajudá-lo a desenvolver a resistência diante da próxima maratona. A resistência também é uma habilidade. Para você se desenvolver, você precisa correr pelo 1 ciclo, depois pelo 2, depois pelo 3, 4, 5, 6, 7… e assim por diante, para que seu corpo tenha sido muito bem treinado para longas corridas. O mesmo acontece com a audição. Neste artigo nós vamos citar as 2 regras mais importantes, que ajudarão seus ouvidos, não apenas a escutar, mas sim, escutar o discurso em inglês.

Primeira regra: trocar a audição passiva pela audição ativa

Apesar de que a audição é uma habilidade passiva (diferente da fala e da escrita), na vida você precisará da audição ativa. Na vida nós não somente escutamos, mas também reagimos, respondemos à influência externa. Parte das informações (desnecessária, supérflua, ruidosas) durante a comunicação, nós podemos eliminá-las, “entrar por um ouvido e sair pelo outro”. Mas no qual precisará de uma resposta, não vamos ignorar.
Durante o treinamento da audição você precisa criar a mesma situação “respostas precisas”. Se você estudar através de um livro com CD de áudio, então você vai fazer tarefas como “Ouça o diálogo e responda as questões sobre seu conteúdo”. Se você não tiver um livro, então crie você mesmo um teste para você:

— Ouça o podcast ou o vídeo e anote o conteúdo. Depois, verifique a si mesmo. Para te ajudar, no Youtube tem o canal Daily English Dictation, no qual em um vídeo ditado, e no próximo, é dada a resposta correta.

— Ouvindo uma gravação de áudio, anote as palavras chaves: substantivos, adjetivos, verbos. Depois disso, leia a sequência deles e tente adivinhar sobre o conteúdo do texto completo. Você vai encontrar as gravações de áudio no artigo “Os melhores podcasts em inglês”.

— Tente imaginar uma grande imagem representando o que está acontecendo, com base apenas no som. Por exemplo, ligando qualquer seriado no idioma original (no qual você está familiarizado, mas especificamente, seriados que ainda não foram vistos ainda) e escute um trecho dele, sem olhar para a TV neste momento. Durante a audição, represente o que acontece neste momento: quem está falando, sobre o que, o que está acontecendo na vida deles neste momento? Depois deste “procedimento”, repita o trecho novamente e olhe para a TV. Todas as suas hipóteses estavam corretas?

— Busque no áudio informações precisas. Por exemplo, ouça a previsão do tempo e tente ouvir quantos graus fará. Ou ouça as notícias de esportes e separe os resultados dos jogos.


Ficar a deriva não é indicado para o desenvolvimento de uma habilidade. Precisamos de uma atividade ativa!

— Praticar nos conceitos previstos. Para fazer isso, ligue algum áudio e ouça com atenção o conteúdo dele. Depois de algum tempo, pare e tente adivinhar o que vai acontecer adiante. Adivinhou? Ligue, escute adiante e compare.

Resumindo: Não se limite a escuta passiva. Sim, escutar o idioma inglês é importante e necessário. Mas apenas audição não será capaz de desenvolver e aperfeiçoar sua habilidade. Quando você faz qualquer tipo de gravação de áudio, então, certamente siga qualquer objetivo: prever o conteúdo, escutar a resposta numa questão específica, anotar uma série de eventos e etc. Assim, você vai aprender a separar as informações necessárias para você no discurso.

Segunda regra: trabalhe sua pronúncia

As pessoas que têm ouvido musical (compreensão auditiva, geralmente estão no topo), rapidamente aprendem cada detalhe corretamente da pronunciação e falam sem sotaque. Há uma conexão inversão: trabalhando em sua pronúncia, você vai melhorar sua capacidade de escutar!

Está cientificamente comprovado que nós escutamos melhor aquilo que podemos dizer para nós mesmos. Por isso, oferecemos o seguinte esquema de trabalho.

O esquema de trabalho com gravação de áudio para qualquer nível

O esquema é adequado para o estudante de qualquer nível (o mais importante é que a gravação de áudio corresponda). Você precisa do áudio e seu script, ou seja, o texto. Os áudios com os textos podem ser encontrados aqui, por exemplo.

  1. No momento nós vamos deixar o texto de lado (não leia!) e vamos escutar a gravação, tentando analisar o conteúdo (2-4 vezes). Se depois de escutar, você não entendeu a maior parte da gravação, então, enquanto não entender, escute novamente. Pois, o objetivo é ouvir e compreender o que quer que seja, preferencialmente tudo.
  2. Próximo passo: conseguir o script e escutar novamente, atento ao texto. Observe: neste momento você não precisar saber o significado de todas as palavras. É desejável a proporção de 80% de conhecimento das palavras e 20% de palavras desconhecidas (este será o seu vocabulário a desenvolver). A tradução pode ser vista após os treinos e enquanto você tentar adivinhar o conteúdo (1 vez).
  3. Então, escutamos novamente sem o texto (1 vez).
  4. Em seguida, escutamos, acompanhamos o texto e repetimos, copiamos, imitamos o locutor! (2-3 vezes). Sua tarefa é aproximar-se ao máximo do áudio original.
  5. Novamente escutamos sem o texto (1 vez).

O esquema de trabalho com a gravação de áudio para o nível intermediário e avançado

Se sua audição já está “apurada”, mas você não está pronto para parar por aí, vai ser apropriado um esquema de estudo mais complexo com gravação de áudio. Novamente será necessário o áudio e o texto.

  1. Novamente escutamos o áudio sem o texto (1-2 vezes, ou mais precisamente, enquanto não entendermos a maior parte do conteúdo).
  2. Anotamos as palavras escutadas, em outras palavras, fazemos a transcrição (como num ditado). Algo que você não entende. Isso é normal. Tente adivinhar a partir do contexto.
  3. Agora pegamos o texto e verificamos corretamente a nossa transcrição.
  4. Escutamos e observamos o texto original (1 vez).
  5. Pegamos um lápis, dividimos o texto em partes e fazemos anotações sobre a entonação da pronúncia. Onde acontecem as pausas das locuções? Quais são as palavras de impacto? Para onde vai a voz do locutor? Para cima? Para baixo? E etc.
  6. Não nos esqueçamos do principal passo: imitar o locutor (2-3 vezes).
  7. Novamente escutamos sem o texto (1 vez).

Resumindo: durante o trabalho com a gravação de áudio, certamente trabalhe em sua pronúncia! Repita o áudio texto após o locutor, procure aproximar-se ao máximo do áudio original. A pronúncia e a compreensão auditiva estão conectadas e são aperfeiçoadas mutuamente.

Não nos interprete mal

Mas de qualquer maneira, não pense que nós aconselhamos você a simplesmente parar de escutar os podcasts, assistir seriados, filmes, vídeos promocionais no idioma original e deixar de abrir as letras das suas canções favoritas. Tudo isso é útil, e o mais importante e interessante (O interesse é a chave do sucesso no aprendizado de um novo idioma).

Nós apenas insistimos que sua compreensão auditiva precisa de “balanço”, e todos esses procedimentos serão atraídos para a alma.


O prazer do inglês não terminou!

Resumindo

  • Além do prazer da audição passiva, treine a audição ativa. Para isso, quando você escutar qualquer gravação de áudio, você deve ter em vista um determinado objetivo.
  • Durante o trabalho com áudio para trabalhar em sua pronúncia: copie e repita após o locutor. Quando você aprender a pronunciar, você vai aprender a escutar isso.
  • Não se esqueça de treinar seu reconhecimento ao escutar um indivíduo, palavras que já foram estudadas com você através dos exercícios de Compreensão Oral e Desafio em áudio.

Bem, amigo, hoje nós terminamos. E que permaneça com você uma compreensão auditiva forte e ideal!